quarta-feira, 25 de julho de 2018

PhotoJourney | Candal - Aldeias do Xisto



Hallo Maiazitas (e itos)!!! Tudo bem?!?

Para comemorar o aniversário do Miguel decidimos ir em direção às aldeias do xisto para passar um fim de semana! Na realidade depois acabaram por ser 2 dias e meio bem mais atribulados do que gostaríamos que tivessem sido, pois acabei por ter de ir à procura de novo quarto e trazer todas as minhas tralhas de volta de Coimbra! Mas bem, é a vida e se era para acontecer naqueles dias é porque tinha de ser... Porém, continuando - decidimos rumar até à zona da Lousã para usufruirmos de um fim de semana mais calmo, mas cheio de natureza que tanto eu como ele gostamos e, por isso, no Sábado decidimos meter-mo-nos à estrada e encontrámos esta pequena aldeia do xisto de nome Candal!






Posso dizer-vos que encontrar esta aldeia é relativamente fácil, pois é atravessada por uma estrada nacional e quando demos conta já lá tínhamos chegado! Ok, que tivemos de percorrer ainda um bom bocado de curva contra curva pelas encostas, porém com aquela vista verde linda nem dei conta do assunto! Ah, mas cuidado, se enjoarem é bom que tomem qualquer coisa antes! Já no local, como chegámos relativamente cedo não tivemos problema em arranjar um cantinho para deixar o carro, no entanto quando fomos embora já estava muito mais ocupado!

Mal saímos do carro fomos em direção à fonte que vêem na primeira foto, segui para ler o que estava escrito na placa informativa sobre a aldeia (acho que isto é um ponto muito positivo!) e depois passei a estrada para o outro lado, pois estava a ouvir água e acabámos por nos deparar com umas escadas que levavam até uma casinha antiga de pedra e uma cascata bem gira!




Lá voltámos a subir as escadas e decidimos ir para dentro das ruelas da aldeia, seguindo o riacho que tínhamos ouvido previamente. Acabámos por encontrar uma zona comum para fazer grelhados com umas mesas e ainda um daqueles tanques antigos para lavar roupa! Que mimo!! Mesmo ao lado de umas cascatas feitas pelo homem. Passámos o riacho para o outro lado e ficámos os dois a observar durante imenso tempo duas libélulas azuis petróleo lindíssimas! Passado algum tempo lá consegui tirar uma foto, mas não ficou em todo o seu esplendor...

Seguimos então caminho para a zona central da aldeia de modo a ir explorar o lado que tinha mais casas, incluindo algumas para turismo de habitação que eram mesmo fofas! Quem se decidir a aceitar a aventura de ir visitar estas aldeias que se prepare para muitas escadas, rampas e, obviamente, subidas e descidas. Faz uns dois anos tinha tido a oportunidade de ir até Piodão e Foz da Égua, logo já sabia aquilo que me esperava, embora tenha a dizer que como agora fui com o meu namorado que é um antigo escuteiro a coisa tornou-se um bocadinho mais complicada, mas let's take it slow para daqui a uns anos já conseguir fazer os trilhos que ele quer percorrer.





Algo que notei nesta aldeia e que ainda não tinha visto até agora noutra foi a existência de miradouros construídos em locais estratégicos, infelizmente um deles encontrava-se vedado ao público e atrever-me-ia a dizer que deveria ser aquele com a melhor vista para a zona envolvente! Para além disso, por entre todas as aldeias estão bem claras as marcas dos diferentes percursos pedestres que existem na zona, pareciam ter sido pintados faz bem pouco tempo, o que é sempre muito positivo para quem gosta deste género de atividades.

Admito que existiram variados pormenores que me encantaram, como a casa com as flores vermelhas em todas as janelas, uma outra casa que tinha uns cortinados com uns galos mesmo giros e até mesmo aquela janela verde partida que parecia estrategicamente posicionada para proporcionar um foto encantadora! Outro ponto positivo foram as diversas fontes que existiam nos percursos, mesmo na aldeia onde ficámos (que partilharei num futuro post) uma das primeiras coisas que nos indicaram foi que a água das fontes existentes era potável. 

Já visitaram alguma destas aldeias?! A minha contagem já vai em 4 e não quero que fique por aqui! O que me aconselham para uma futura trip?
Beijinhos, Maia

10 comentários:

  1. Já visitei algumas aldeias do Xisto, mas quero visitar mais! Nunca tinha ouvido falar desta mas pelas fotos já dá para ver que é linda!

    Beijinhos,
    http://averamarques.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Quero muito visitar mais aldeias do Xisto! Elas têm uma beleza inexplicável!!
    Essas fotos estão lindas!!

    Beijinhos
    THAT GIRL | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER | YOUTUBE

    ResponderEliminar
  3. que sitio tao giro :D

    https://rrriotdontdiet.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Fotos maravilhosas! É um lugar que gostava de visitar:)

    Anita On

    ResponderEliminar
  5. Nunca visitei, mas quero muito um dia fazê-lo!

    ResponderEliminar
  6. fantastic photos, thank you for sharing your photo journey!

    https://modaodaradosti.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. Adorei as fotografias :D
    São tão lindos esses cantinhos de Portugal :D
    Beijinho *

    https://w-m-mind.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  8. Adoro visitar aldeias do gênero, a ultima onde fui com Aldeia de Drave e é lindo. Não morava lá, pois fica "no fim do mundo" e os acessos são horríveis, mas é lindo de visitar!
    BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  9. Nunca lá fui mas parece ser incrivel. Adorei as tuas fotografias (:

    http://arrblogs.blogspot.com/

    ResponderEliminar